08/10/2007 10:17
Manchas atrapalhando a visão são sinais de que a retina se descolou
Pontos pretos e flashes de luz são os principais sintomas do descolamento...

Pontos pretos e flashes de luz são os principais sintomas do descolamento de retina. Problema deve ser tratado com urgência para que o paciente não deixe de enxergar

Já imaginou uma mancha preta atrapalhando a sua visão onde quer que você olhe? Muitas pessoas sofrem com um incômodo desses sem saber que tiveram um descolamento na retina - a membrana que reveste a superfície interna do olho. As chamadas moscas volantes, como essas manchas são conhecidas, são o principal sintoma de que a retina se desprendeu e precisa ser reparada com ur-gência.

Por ano, cerca de 20 mil pessoas padecem do problema, que surge a partir de buracos na superfície retiniana. Com os rasgos, o líquido que preenche o fundo ocular se infiltra entre a membrana e a superfície do olho, promovendo o desco-lamento. A condensação de proteínas desse líquido forma as moscas volantes, que teimam em ofuscar a visão acompanhadas de flashes de luz e filamentos que parecem se mover na frente dos olhos.

Os rasgos na retina, na maioria das vezes, ocorrem de forma espontânea, mas também podem ser causados por traumatismo na região dos olhos, inflamações ou tumores intraoculares. "É importantíssimo que o paciente com os sintomas procure o oftalmologista, pois quando a retina se desprende por completo, o in-divíduo pode parar de enxergar", afirma o oftalmologista Renato Braz Dias, Che-fe do Departamento de Retina e Vítreo do Inob - em Brasília.

Os indivíduos com alto grau de miopia têm grande chance de desenvolver o pro-blema. Pessoas com mais de cinqüenta anos ou com histórico familiar também. "O diagnóstico é feito pelo exame de fundo de olho detalhado, chamado mapea-mento de retina, realizado com as pupilas dilatadas. Em alguns casos, pode ser necessária a realização de uma ultra-sonografia ocular", afirma Dr. Renato.[14]

Se o rasgo na retina é diagnosticado precocemente é possível evitar o descola-mento através da aplicação de raios laser ao redor da área afetada. Contudo, se a membrana já tiver se descolado, o oftalmologista é obrigado a intervir cirurgi-camente. "Aproximadamente nove em cada dez pessoas têm a retina reaplicada. O paciente, entretanto, leva um tempo para retomar a capacidade visual, deven-do realizar repouso adequado no pós-operatório", conclui Dr. Renato.

Fonte: SEGS
Comentários ()

Seja o primeiro a comentar!

Nome:
E-mail:

* seu e-mail não será publicado.
Comentário:
Digite o código ao lado:
(gerar outro código)