Cadastre-se
Esqueceu a senha?
Entrar
Joias clássicas devem ser as mais comercializadas no Natal dos brasileiros
6 Dezembro 2016 | Seção: Óptica no Brasil  | Categoria: Óptica no Brasil
WhatsApp Facebook Twitter LinkedIn Send
A - A +
Enviar por E-mailX

Você pode enviar este conteúdo para até três amigo(a)s ao mesmo tempo.

+ 1 Amigo(a)

+ 1 Amigo(a)

Enviar Conteúdo
Apesar do crescimento das vendas de esmeraldas com ródio negro na Europa, consumidor tende a optar por peças mais tradicionais
Data:
Cidade:
As peças clássicas, como os pavês de diamante e as pérolas são ótimas opções de presentes para o Natal 2016, se adequando ao atual cenário econômico do Brasil. Ainda assim, existe a possibilidade do crescimento das vendas de esmeraldas com ródio negro, principal tendência verificada no mercado joalheiro europeu e que deve se popularizar no país. 



- Mesmo com essa situação ocorrendo na Europa, vejo que aqui no Brasil o consumidor em geral está com receio de apostar em peças muito diferentes, com designs arrojados. Então, acaba optando pelas joias mais tradicionais. As peças mais comuns são os pingentes com significados especiais como medalhas, trevos e corações, além de pontos de luz - explica o diretor da D'VIE Joalheria, Bruno Sanson Koehler, associado da Associação do Comércio de Joias, Relógios e Óptica do Rio Grande do Sul (Ajorsul).
 

Brincos e anéis são as peças mais desejadas entre as mulheres. De acordo com Koehler, o ouro amarelo com diamantes sempre funciona muito bem e agrada o público feminino. Para orçamentos mais econômicos, pingentes com pedras brasileiras como ametista e citrino surgem como opção. Já para os homens, os escapulários são campeões de vendas, enquanto para as meninas um brinco de pérola vai muito bem.
 

Redação: Francine Malessa
Coordenação: Marcelo Matusiak
Fonte: PlayPress
Comentários X

As opiniões expressas nos comentários são de única e exclusiva responsabilidade de seus autores e não expressam a opinião deste site. Comentários ofensivos ou que violem a legislação vigente serão suprimidos.


* seu e-mail não será publicado.
Enviar Comentário